Artigos

7 motivos para conhecer o Sistema de Pagamentos Brasileiro

O que é o SPB?

O Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) é o conjunto de regras e instrumentos pelos quais se executam transferências de recursos, assim como o processamento e liquidação de pagamentos para pessoas físicas ou jurídicas, entes públicos ou privados.

E assim sendo, esse sistema tem relação direta com todos os agentes da economia. Confira no nosso blog 7 motivos para conhecer o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

E como funciona o SPB?

A partir de normas criadas por um conjunto de instituições e organizações financeiras, o SPB atua de maneira que as transações ocorram de forma segura. Em operação há mais de duas décadas, somada a sua capacidade operacional, é uma estrutura que entrega robustez transacional através de um sistema sólido e confiável.

O SPB está mais presente no nosso dia a dia do que, muitos de nós, pode imaginar. O pagamento de um boleto, por exemplo, acontece de uma forma padronizada e regulada e sua liquidação ocorre por meio desta plataforma. Pagamentos de transações de cartões crédito e até mesmo do Pix, tem relação direta com o sistema de pagamentos. E, sendo esse, um sistema vital para o mercado de pagamentos, abordamos aqui nesse artigo 7 motivos para você conhecer mais sobre a solução SPB da Lydians.

A Lydians Sistemas de Informação, empresa com mais de 25 anos de mercado, oferece aos clientes a sua solução de SPB. Veja alguns itens que merecem destaque:

01) Controle financeiro de todas as Câmaras de compensação

Gestão das contas com demonstrativo de movimentação das mensagens financeiras de cada Câmara de compensação, oportunizando assim, um controle para cada tipo de operação.

02) Contabilização individualizada por tipo de operação

Possibilidade de roteirização contábil por tipo de mensagem, e assim, oportunizando um controle contábil da instituição.

03)Liquidação automática de operações por Banco Liquidante

Liquidação de compromissos perante as Câmaras e mercado de forma automatizada, proporcionando mais segurança aos profissionais “Pilotos de Reservas”.

04) Composição de toda e qualquer mensagem do catálogo do SFN (Sistema Financeiro Nacional);

Digitação de todas as mensagens do catálogo do Sistema Financeiro Nacional, tanto financeiras quanto não financeiras.

05) Controle automatizado da RCO (ressarcimento de custos operacionais) da TED (STR – Sistema de Transferência de Reservas)

Apuração automatizada do ressarcimento de custos operacionais da TED (Transferência Eletrônica Disponível), contabilizando apenas Instituições Financeiras aderentes ao processo.

06) Devolução automática de recursos indevidos

Identificação de créditos indevidos para devolução de forma automática sobre operações de TED e portabilidade.

07) Controle de alçadas de liberação altamente configurável

Possibilidade de configuração de alçadas para liberação das mensagens por tipo, grupo, valor, grupo de usuários ou comitê. Possibilitando também múltiplas liberações, ofertando mais segurança para liquidação de altos valores.

Além disso, cabe ressaltar dois itens muito importantes e relevantes aos nossos clientes. Não cobramos tarifas ou franquia de mensagens. Todas as Câmaras podem ser operadas sem restrição de quantidade de mensagens. Fazemos conexão direta através da SFN, sem necessidade de PSTI (Provedores de Serviços de Tecnologia da Informação).

Nossos sistemas tem um onboarding amigável, através de especialistas com larga experiência de mercado. Estaremos presentes na Febraban Tech 2023. Venha conversar com a gente!

Artigos relacionados

SPB – Desmistificando os custos

Modernização da Cobrança e Novas Oportunidades de Negócio

Conteúdo em destaque

DRSAC: A importância do CADOC 2030

Conhecendo o documento de Riscos Social, Ambiental e Climático O documento de Riscos Social, Ambiental e Climático (DRSAC), novo Cadoc 2030, é uma peça-chave para entender e mitigar os riscos enfrentados por instituições em suas operações de crédito e investimentos. Este documento, exigido pela Resolução CMN nº 4.945/21 (PRSAC) e Resolução CMN nº 4.557 (GIR), […]

Acessar conteúdo
Saiba como funciona o envio do Cadoc 5005
Novo CADOC 5005: Simplificando o envio diário de informações Financeiras

É hora de se aprofundar no documento 5005 e entender melhor as informações e prazos de envio Entender as nuances de Certificados de Depósito Bancário (CDBs), Recibos de Depósito Bancário (RDBs) e depósitos de aviso prévio de emissão própria é fundamental para quem busca simplificar o processo de remessa diária de informações. Nesta publicação, vamos […]

Acessar conteúdo
Regulatórios e PIX: Agenda de inovações do Banco Central

Retrospectiva com olhar para o futuro: O que esperar do universo dos Regulatórios e do PIX Relembrar é viver, e é por isso que nesta publicação iremos rever as principais entregas do ano de 2023 quando se trata de PIX e Regulatórios. Os impactos positivos em nossos clientes, demonstrando nosso compromisso com a inovação. Primordialmente […]

Acessar conteúdo
PIX: Como o meio de pagamento impacta o FGTS Digital

Como preparar sua Instituição Financeira para o FGTS Digital com o sistema de pagamentos instantâneos O que é o FGTS Digital? O FGTS Digital é um conjunto de sistemas integrados que vai gerenciar os diversos processos relacionados ao cumprimento da obrigação de recolhimento do FGTS conforme diz o Ministério do Trabalho e Emprego, e para […]

Acessar conteúdo